Memória e cultura

 

A importância de conservar um objeto, construção ou documento como parte de um patrimônio está no fato deste se constituir registro material dos saberes, técnicas e instrumentos, forma de pensar e sentir de uma comunidade em determinada época e lugar.

É no simbolismo inserido nesses bens materiais que se revela a cultura e os verdadeiros valores das sociedades humanas. Nesse contexto, os centros de memória são locais que preservam as histórias de um povo, não se constituindo apenas em exposições, mas também espaços de produção de conhecimento.

O Centro de Memória do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia tem o compromisso de propor reflexões sobre a história das eleições no Brasil por meio dos diversos testemunhos que abriga no seu acervo, seja atas, ofícios, anotações, edições, publicações, objetos, fotografias ou o próprio edifício-sede, atribuindo significado a cada um deles de forma a conferir-lhes valor documental e representacional, constituindo-se em espaço de cidadania.

Gestor Responsável: Secretaria Judiciária +