Serviço de informação ao cidadão - SIC

Acesso à Informação

No âmbito do TRE-BA, compete à Ouvidoria o Serviço de Informação ao Cidadão (SIC), regulamentada pela Portaria GP nº 338/2012. Para encaminhar o seu pedido de acesso à informação acesse o nosso formulário web ou por meio dos demais canais de acesso à Ouvidoria.

Acompanhamento dos procedimentos e processos administrativos instaurados

Relatório de Dados Estatísticos dos Pedidos de Acesso à Informação Ano 2017 

Legislação

Portaria sobre o Serviço de Informações ao Cidadão (SIC) e Regulamento Interno da Ouvidoria

Resolução Administrativa nº 13/2017 - dispõe sobre a classificação da informação quanto à confidencialidade no âmbito do TRE-BA

Lei 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação)

 

Na tabela a seguir estão reunidos dados do Tribunal Regional Eleitoral de interesse coletivo ou geral com o objetivo de facilitar o acesso à informação pública, conforme determina a Lei de Acesso à Informação (Lei nº 12.527/2011)

Estrutura organizacional, gestores responsáveis e meios de contato

Edifício-Sede do TRE-BA

Cartórios Eleitorais

Licitações

Contratos/aditivos

Compras

Processo de contas anuais

Gestão financeira e orçamentária

Relatórios de gestão fiscal

Serviços cartorários

Orientações sobre título de eleitor, transferência, alteração local de votação e outros

Horário das unidades de atendimento ao eleitor*

Concursos públicos

Denúncia de crimes eleitorais. Contato da Procuradoria Regional Eleitoral da Bahia


No âmbito do TRE-BA, compete à Ouvidoria o Serviço de Informação ao Cidadão (SIC), regulamentada pela Portaria GP nº 338/2012. Encaminhe o seu pedido de acesso à informação ao e-mail ouvidoria@tre-ba.jus.br.

A Ouvidoria do TRE-BA está situada no prédio sede do Tribunal à 1ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia, 150 - Salvador-BA.

 

 

Não há nenhum lançamento a ser feito até esta data. A regulamentação sobre o tema é recente.

Aplica-se a regra geral da publicidade das informações, com restrição de sigilo apenas para as situações previstas na Portaria 103/2015, a saber:

1. inclusão ou exclusão de dependente especial no benefício auxílio pré-escolar;

2. licença para acompanhar pessoa da família; 3. processo administrativo disciplinar; 4 sindicância. Devem ser registrados como sigilosos os seguintes documentos: 1 atestado médico; 2 avaliação de desempenho;

3. comunicação de decisão judicial sobre pensão alimentícia;

4. laudo e relatório médico; 5 solicitação de desconto em folha de pagamento de empréstimo consignado.