Agendamento e criação de novos postos são prioridades da Justiça Eleitoral, diz presidente do TRE-BA

Em audiência pública realizada nesta sexta-feira (7/6) em Lençóis, o desembargador Jatahy Júnior enfatizou o papel da Justiça Eleitoral no recadastramento de 100% dos baianos até 2020

TRE-BA audiencia Lençois

O agendamento eletrônico e a ampliação de postos da Justiça Eleitoral nos 281 municípios baianos em revisão biométrica extraordinária devem alavancar a última fase da biometria no estado. A afirmação foi feita pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, desembargador Jatahy Júnior, durante audiência pública nesta sexta-feira (7/6), em Lençóis. O evento, realizado no Fórum da cidade, atendeu a 14 municípios da Chapada Diamantina que estão cadastrando as digitais do eleitorado. 

“O estado tem que dar as condições necessárias para que os eleitores façam esse recadastramento com dignidade e respeito, o que não estava acontecendo com aquelas filas quilométricas em que as pessoas chegavam a passar mais de 24 horas para conseguir fazer a biometria”, afirmou o presidente do TRE-BA. A nova logística de agendamentos pelo site(agendamento.tre-ba.jus.br) ou pelo telefone (0800 071 6505) éuma resposta ao que não estava funcionando disse o magistrado.

A capilaridade da Justiça Eleitoral também foi destacada pelo desembargador Jatahy Júnior como uma estratégia para atender aos eleitores na reta final da biometria. A intenção é fazer o inverso do que foi estabelecido em 2018, quando diversos postos do TRE-BA foram desativados. A determinação agora é que toda sede de município tenha um posto da Justiça Eleitoral, o que valerá também para os povoados com grande número de eleitores. 

O presidente aproveitou a audiência para convocar os prefeitos e vereadores da região, responsáveis por mais de 83 mil eleitores ainda sem biometria, para uma atuação mais parceira. “Se esses postos forem instalados em local adequado, com servidores concursados, que não sirvam a grupos políticos, mas ao cidadão, a ideia é que tornem-se definitivos”, pontuou. 

O sistema de agendamento também foi enfatizado pelo juiz substituto do TRE-BA, Eduardo Barreto, que destacou a importância de contextualizar a biometria antes das Eleições Municipais de 2020. “Temos hoje um atendimento de excelência para cada eleitor. Para isso, esperamos contar com o auxílio de grandes interessados, que são os políticos. É importante lembrar que, com o cancelamento destes títulos, os senhores perderão uma considerável quantidade de votos. Não é o que queremos que aconteça”. 

Além de Lençóis, a audiência pública convocou representantes dos três poderes nas cidades de Andaraí, Bonito, Cafarnaum, Iraquara, Itaeté, Morro do Chapéu, Mucugê, Mulungu do Morro, Nova Redenção, Palmeiras, Utinga, Várzea Nova e Wagner. 

Acesso rápido 

O agendamento para a biometria pode ser feito de qualquer lugar. O interessado deverá informar o número do título (caso não saiba, o CPF), a data de nascimento e o nome completo dos pais. Também é preciso informar um número de telefone e e-mail, por onde o eleitor receberá confirmação e lembrete do agendamento. Para maiores informações, também é possível acessar o hotsite da biometria, que está no ar com dados dos 281 municípios das 108 zonas eleitorais que participam da última fase da revisão biométrica.

Últimas notícias postadas

Recentes