Biometria: mais um posto de atendimento é inaugurado pelo TRE-BA

tre-ba-inaugurado-posto-TJ

Mais um posto avançado de recadastramento biométrico foi inaugurado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Dessa vez, no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), localizado na 5ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia (CAB), nº 560. A cerimônia de inauguração do espaço foi realizada na tarde desta quarta-feira (26/4). O novo posto conta com dois guichês de atendimento e funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.  

A cerimônia contou com a presença do presidente da Corte Eleitoral baiana, José Edivaldo Rocha Rotondano e da presidente do TJ-BA, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, que destacaram a parceria entre os dois órgãos.  

“O momento é de agradecimento. Não posso negar o apoio da desembargadora Maria do Socorro, que nos cedeu espaço, pessoal e material para a coleta dos dados biométricos. Minha vontade é contribuir para que nosso Tribunal preste um serviço de excelência aos eleitores”, afirmou o presidente do TRE-BA. 

Durante seu discurso, Rotondano ainda fez um alerta aos eleitores. “Queremos que vocês, aqui presentes, levem essa informação e esclareçam seus amigos e familiares sobre a importância da realização do recadastramento biométrico para que o cidadão não perca o prazo e não tenha o título cancelado”, finalizou ele.  

A presidente do TJ-BA comentou a oportunidade de ter um posto instalado no Tribunal para a realização do recadastramento biométrico dos eleitores. “Venho aqui ratificar o apoio institucional e agradecer ao desembargador Rotondano por trazer essa ferramenta indispensável. O recadastramento biométrico é um esforço nacional, íntegro, seguro e confiável. A parceria entre o TRE da Bahia e o Tribunal de Justiça se mantém firme. O que depender do apoio deste Tribunal, o resultado será alcançado. Estamos aqui para isso”.    

Participaram ainda do evento, o vice-presidente do TRE-BA, desembargador Jatahy Júnior; os juízes membros da Corte Eleitoral, Patrícia Cerqueira Kertzman Szporer e Gustavo Mazzei Pereira; o juiz substituto Diego Freitas Ribeiro; o juiz eleitoral da 16ª zona eleitoral de Salvador, Édson Souza; o diretor-geral, Raimundo de Campos Vieira; o secretário da Corregedoria Regional Eleitoral, Ronaldo Moura, além de desembargadores, juízes, advogados, servidores e demais autoridades.  

Atendimento 

Para ser atendido, o eleitor deve apresentar um documento oficial com foto, a exemplo de RG, CNH, carteira profissional, passaporte, carteira de reservista ou certificado de alistamento militar original, além de um comprovante de residência recente, emitido há, no máximo, três meses. Aqueles que tiveram os dados cadastrais alterados, por, entre outros motivos, casamento ou separação, devem levar um documento comprobatório de alteração das informações. 

O procedimento é dividido em cinco etapas: coleta das digitais de todos os dedos das mãos, registro fotográfico, assinatura digital, revisão dos dados cadastrais e reimpressão de novo título. O cidadão que não fizer o recadastramento dentro do prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral terá o título cancelado. 

Além do Tribunal de Justiça, há um posto na Secretaria da Fazendo do Estado (Sefaz-BA), no CAB, e mais três postos serão instalados na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-5) e na Prefeitura-Bairro do Subúrbio e Ilhas, em Paripe. 

 

Leia mais:

 

25/4/2017 - Nova data: inauguração do posto de biometria na Prefeitura-Bairro do Subúrbio acontecerá em 5 de maio

 

TF

 

Últimas notícias postadas

Recentes