Sextas Culturais: Terceira edição do projeto debate atualização da reforma do CPC

Palestrante, professor Wilson Alves de Souza, fez balanço da reforma

O tema da terceira edição do projeto ‘Sextas Culturais’ de 2017, promovido pela Escola Judiciária da Eleitoral da Bahia (EJE/BA), foi sobre o primeiro ano de vigência do novo Código de Processo Civil (CPC). O palestrante, professor Wilson Alves de Souza, fez um balanço sobre a atualização do enfoque proposto. O evento ocorreu na Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), na manhã desta sexta-feira (5/5). 

Assista a transmissão da palestra, que foi exibida ao vivo, por meio do canal oficial do TRE-BA no YouTube

Para o professor, a importância deste tipo de evento é fundamental porque promove debates, análises entre os que lidam com o sistema processual civil. “Todas as pessoas que trabalham com o CPC, sejam advogados, juízes, funcionários, promotores - a participação é importante, na medida em que se propicia a reflexão para que todos possam tomar decisões com maior segurança”, afirmou. 

O palestrante acredita que ainda faltou interesse político para melhorar pontos que interessam ao sistema, ponderando o que achou de significante com a reforma do Código Civil. “Tem mudanças importantes, a exemplo do fim do agravo retido, entretanto, a audiência de conciliação/mediação obrigatória no novo CPC, acaba sendo negativa, uma vez que dilatará o processo.” 

O chefe do cartório da 127ª Zona Eleitoral, Roger Fassarella, que participou pela segunda vez este ano das ‘Sextas Culturais’, acredita que este tipo de evento “é uma ótima oportunidade para os servidores que estão sempre lidando com a área jurídica poderem se atualizar.”

HS 

Últimas notícias postadas

Recentes