Projeto Eleitor do Futuro é apresentado a gestores e professores em Candeias

Objetivo foi sensibilizar os educadores a promoverem o projeto nas escolas

Objetivo foi sensibilizar os educadores a promoverem o projeto nas escolas
Objetivo foi sensibilizar os educadores a promoverem o projeto nas escolas

Nesta terça-feira (17/10), a Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE-BA) apresentou o projeto Eleitor do Futuro a 18 representantes, dentre eles gestores e professores, de escolas municipais de Candeias. A reunião ocorreu no Centro de Formação dos Professores da cidade. O objetivo foi sensibilizar os educadores a promoverem o projeto nas instituições de ensino.

O Eleitor do Futuro, idealizado em 2002 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é uma proposta de cunho educacional já consolidada em Salvador, mas desde maio deste ano vem sendo difundido também no interior do estado.

Para ajudar no processo de engajamento, a Escola Judiciária Eleitoral baiana disponibiliza aos professores materiais que podem ser trabalhados em sala de aula com os alunos.

"A ideia não é sobrecarregar a escola, pelo contrário, nossa ideia é somar, ajudando com informações, arquivos, textos. O que a gente quer é que a escola se sensibilize, que tenha interesse na temática. Qualquer atividade que seja feita com os alunos já é um bom começo", explica a coordenadora do projeto, Adriana Passos.

Vídeos, slides, livros, cartilhas, revistas e textos em formato de cordel e para apresentação teatral são alguns dos instrumentos lúdicos-informativos viabilizados pela Justiça Eleitoral para auxiliar nas atividades escolares.

De acordo com o secretário de Educação do município, Jair Cardoso, que esteve presente na apresentação do projeto, a proposta contribui para o fortalecimento da democracia e ajuda na formação do jovem.

"Projetos como esses são importantes porque ajudam a realçar a cidadania e a formatar o senso crítico nos nossos alunos".


TF

Últimas notícias postadas

Recentes