Projeto Eleitor do Futuro é apresentado pela primeira vez em Jeremoabo

Centro de ensino municipal recebeu o projeto no início da tarde desta quarta-feira (18/4)

Projeto Eleitor do Futuro é apresentado  pela primeira vez em Jeremoabo

Cerca de 250 estudantes, com idades entre 12 e 15 anos, do Colégio Municipal São João Batista, em Jeremoabo, puderam aprender um pouco mais sobre cidadania e importância do voto. Pela primeira vez, o centro de ensino recebeu o Projeto Eleitor do Futuro e debateu sobre os temas, na tarde desta quarta-feira (18/4). 

Durante a ação, foram distribuídos panfletos informativos, acompanhados de conversa dialogada sobre o voto consciente e a participação do cidadão na política.  O bate-papo,  conduzido pelo juiz eleitoral, Paulo Eduardo Moreira, contou ainda com a participação de um intérprete de libras.  

De acordo com a chefe da 51ª Zona Eleitoral, Tiara Cardoso, o projeto promovido pela Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE-BA) chegou aos estudantes por meio da parceria entre a EJE e o cartório eleitoral do município. 

“A gente achou de bom-tom ‘casar’ o projeto, que é desenvolvido pela EJE, com a eleição suplementar, que acontecerá em junho, em Jeremoabo. É a primeira vez que ocorre esse tipo de eleição aqui na cidade e o Projeto Eleitor do Futuro aborda, com os jovens, futuros eleitores, essa realidade bem próxima.” A data do novo pleito está marcada para o dia 3 de junho, quando os 26.735 eleitores irão decidir o novo gestor da cidade.







Eleições suplementares: entenda

As eleições municipais de 2016, em Jeremoabo, localizada a 398 km de Salvador, ficaram indefinidas. Isso porque a candidata à prefeita mais votada, Anabel de Tista (PSD), teve seu registro indeferido e os votos não foram validados. 

O registro de Anabel de Tista foi indeferido com base no art. 14, §§5º e 7º da Constituição Federal, que considera inelegível o cônjuge e os parentes consanguíneos ou afins, até o segundo grau ou por adoção, de prefeito ou de quem os haja substituído dentro dos seis meses anteriores ao pleito, salvo se já titular de mandato eletivo e candidato à reeleição. 

Anabel de Tista disputou o pleito com recursos na Justiça Eleitoral. Após julgamento, a Corte Eleitoral do TRE-BA decidiu, à unanimidade, manter o indeferimento do registro de candidatura e excluir multa aplicada à candidata. O processo foi encaminhado à terceira instância (Tribunal Superior Eleitoral), que manteve a decisão do TRE-BA. 

Atualmente quem exerce o cargo de administrador do município de Jeremoabo é o presidente da Câmara, Antônio Chaves (PSD).

 

TF

Últimas notícias postadas

Recentes