“Eleitor do Futuro”: projeto 2018 é encerrado com o VI Concurso de redação

Evento contou com presenças de membros da Corte do TRE-BA, além de músicos da Orquestra Neojibá, alunos e professores das escolas premiadas

VI Concurso de Redação encerrou a edição 2018

A Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE/BA) encerrou, nesta segunda-feira (26/11), as atividades de 2018 do Projeto Eleitor do Futuro. O encerramento ocorreu com a premiação do VI Concurso de Redação realizado entre alunos das escolas participantes do projeto. O evento, que premiou e homenageou alunos e professores das Escolas Municipais Manoel Henrique da Silva Barradas, Maria Constança e Pirajá da Silva, foi realizado no auditório do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

Os alunos que tiveram as redações premiadas foram Claudionor Diego Mota de Santana (Escola Municipal Manoel Henrique da Silva Barradas), Giovana Teles de Jesus (Escola Municipal Maria Constança) e Grazielle Costa da Silva Santos (Escola Municipal Pirajá da Silva).

Além da premiação, o evento contou com o musical do Quinteto “Tom de Cordas”, da Orquestra Neojibá, e apresentação teatral dos alunos do 7ºano da Escola Municipal Nossa Senhora da Paz.

Os estudantes desenvolveram os melhores textos, considerando a pertinência do tema, originalidade, criatividade, coerência, correção ortográfica e vocabulário, tendo como base a citação do escritor Dalmo de Abreu Dalari: “O povo bem informado é capaz de escolher com sabedoria os seus caminhos, de fazer distinção entre os partidos e candidatos que têm interesse pelo bem comum e aqueles que procuram as funções públicas para promoverem seus interesses particulares”; e a partir desta ideia discorreram sobre a importância da educação no processo de escolha dos representantes políticos.

A Comissão Julgadora foi composta pelos servidores do TRE-BA, Adilma Maria Nunes de Andrade, Moema Silveira Franca e Nizaldo Pereira da Costa.

Presente no início do evento, o Presidente do TRE-BA, Desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, destacou a importância do Projeto Eleitor do Futuro e o papel do Tribunal Eleitoral na educação para a cidadania. “É uma forma de levar cidadania a todos, é uma forma de demonstrar que somos a Justiça da Democracia, e que nós, efetivamente, fazemos valer a cidadania. E a prova maior está aqui. O quanto vocês aprenderam quanto às informações que pudemos passar para vocês. Parabéns a todos que participaram”.

A Diretora da Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE/BA) e membro da Corte Eleitoral, Juíza Patrícia Cerqueira Kertzman Szporer, enalteceu o crescimento do Projeto Eleitor do Futuro. “Este VI Concurso de Redação coroa o encerramento das atividades do Eleitor do Futuro em 2018, ano em que o projeto cresceu muito. Cresceu em primeiro lugar pela participação maciça dos estudantes, não só da rede pública, mas da rede particular, não só da capital, como também do interior. Então é um projeto que contou com uma grande participação de alunos e professores, e que contou com todo apoio da Presidência deste Tribunal. Este projeto cresce também graças aos servidores da EJE/BA, que ajudaram muito”.

A professora e gestora da Escola Municipal Manoel Henrique da Silva Barradas, Rosemeire Mesquita de Souza, que fica no bairro de Ilha Amarela, no Subúrbio Ferroviário, destacou a importância do “Eleitor do Futuro” na vida dos alunos. “Este projeto é um marco na vida destes alunos porque eles começam a se politizar, a entender algumas lógicas da política. A questão da necessidade do candidato eleito estar assumindo suas propostas, serem honestos. Eles começam a exercer a cidadania a partir do momento que percebem quanto os políticos precisam ser atuantes”.

Uma das ganhadoras do VI Concurso de Redação, a aluna Giovana Teles de Jesus, da Escola Municipal Maria Constança, localizado no bairro da Mata Escura, agradeceu pela premiação e aprovou o objetivo do Projeto. “Foi muito gratificante ter sido uma das escolhidas. Gostei muito da ideia de abrirem espaço para os alunos darem opinião, porque algumas vezes isso não acontece. A gente que vai crescer e vai colocar os políticos no poder”.

O Projeto Eleitor do Futuro contou com o apoio da Diretoria Pedagógica (DIPE) da Secretaria Municipal de Educação do Salvador (SMED), sendo o concurso direcionado aos alunos do 6º ao 9º ano de 35 escolas participantes.

TS

Últimas notícias postadas

Recentes