Eleições 2018: urnas da capital começam a receber dados de candidatos e eleitores

Procedimentos de carga e lacração dos equipamentos começaram nesta quarta (26/9); presidente do TRE-BA, desembargador Rotondano, acompanhou o início dos trabalhos

inseminação de urnas CAT

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) deu início, nesta quarta-feira (26/9), aos procedimentos de inseminação e lacração das urnas eletrônicas que serão usadas pelas 19 zonas eleitorais da capital no primeiro turno das Eleições Gerais 2018. O presidente do Eleitoral baiano, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, acompanhou o início dos trabalhos, que acontecem no Centro de Apoio Técnico (CAT), em Porto Seco Pirajá, até a próxima terça-feira (2/10).  

O trabalho consiste em inserir nas urnas eletrônicas os dados dos candidatos que concorrem ao pleito deste ano e dos eleitores. Neste primeiro dia, cinco zonas eleitorais de Salvador – 1ª, 16ª, 17ª, 18ªe 19ª –, realizam a operação em um total de 1.358 urnas eletrônicas. Ao todo, serão inseminadas e lacradas 5.283 urnas da capital. Após o término do procedimento, as zonas eleitorais darão início ao envio das urnas às suas respectivas seções eleitorais.

A inserção dos dados nas urnas eletrônicas ocorre de forma pública, com a presença de juízes eleitores e representantes do Ministério Público e demais órgãos interessados. Para o presidente do TRE-BA, a participação de todos é fundamental. “Nosso foco é em segurança e credibilidade. Todo o procedimento aqui é aberto e as pessoas são convidadas a comparecer para constatar a transparência e esclarecer qualquer dúvida”, afirmou o desembargador Rotondano. O presidente do Eleitoral lembrou ainda que um esquema de vigilância 24 horas é mantido no CAT.

O desembargador falou ainda sobre o papel do eleitor no processo eleitoral. “Nós estamos fazendo a nossa parte, avançando cada vez mais no que diz respeito à segurança da urna eletrônica, avançamos também com a biometria, que acaba com aquela ideia de que um eleitor pode votar no lugar de outro, e, por isso, quero aqui lembrar que agora é a hora do eleitor, de votar consciente, seguro de sua decisão e ciente de que cada voto é precioso e de que vivemos um momento de reflexão no qual não cabe o absenteísmo”, declarou, ao convocar todos os eleitores a comparecem às urnas no próximo dia 7 de outubro.

No estado, o trabalho de inseminação e lacração das urnas teve início na terça-feira e a previsão de encerramento é também o próximo dia 2 de outubro. Na Bahia, 35.088 urnas serão preparadas para o 1º turno da eleição. Em Salvador, serão 5.283 equipamentos.

CB

Últimas notícias postadas

Recentes

TRE-BA dá início à Semana da Inclusão 2019

Ação ocorre nos dias 23 a 27 de setembro e visa a garantir que eleitores com algum tipo de deficiência, seja ela física, auditiva e/ou visual, tenham acesso amplo e irrestrito aos serviços da Justiça Eleitoral