Presidente do TRE-BA participa de abertura da inspeção do CNJ no Tribunal de Justiça da Bahia

Corregedoria Nacional de Justiça fará vistorias nos setores administrativos e judiciais do órgão até esta sexta (13/12)

TRE-BA participa de abertura da inspeção do CNJ no Tribunal de Justiça da Bahia

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador Jatahy Júnior, participou, na manhã desta segunda-feira (9/12), da abertura dos trabalhos de inspeção do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA). A cerimônia foi conduzida pelo corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins. A Corregedoria Nacional de Justiça fará inspeções nos setores administrativos e judiciais do órgão até esta sexta (13/12).

O desembargador Jatahy Júnior falou sobre a importância da atuação da corregedoria. “O ministro Humberto vem com intenção de ajudar, orientar e verificar onde os serviços estão indo bem, ele quer colocar a Corregedoria à disposição para realinhar e isso é bom. A atuação da corregedoria é de suma importância para que cada dia os serviços da prestação jurisdicional sejam melhores”.

Em sua fala, o ministro Humberto Martins explicou que a inspeção no TJBA já estava marcada antes da deflagração da Operação Faroeste, que investiga a suposta venda de sentenças judiciais por integrantes da cúpula do TJ, como parte de um suposto esquema de grilagem de terras no Oeste baiano. A Corregedoria Nacional de Justiça determinou a realização de inspeção no TJBA por meio da Portaria nº 34, de 2 de setembro de 2019. O documento foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico do dia 12 de setembro. 

Os trabalhos de inspeção foram delegados ao Juiz Federal Márcio Luiz Coelho de Freitas, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região; ao Juiz de Direito Daniel Cárnio Costa, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo; ao Juiz de Direito Alexandre Chini Neto, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro; à Juíza Sandra Aparecida Silvestre de Frias Torres, do Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia; ao Juiz Federal Miguel Ângelo Alvarenga Lopes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região; e ao Juiz Jorsenildo Dourado do Nascimento, do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas.

Últimas notícias postadas

Recentes