Audiência pública em Gandu discute logística da biometria no estado

No encontro desta sexta-feira (5/7), juiz do TRE-BA, Diego Lima de Castro, afirmou que evento itinerante do TRE-BA ajudará o Regional baiano a atingir a meta de biometrizar 100% dos eleitores até 2020

TRE-BA: audiência Gandu

Com as audiências públicas realizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), a revisão biométrica deverá recadastrar 100% do eleitorado baiano até 2020. A expectativa é do juiz Diego Castro Lima, vice-diretor da Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE-BA), que - nesta sexta-feira (5/7) – presidiu audiência pública na cidade de Gandu, no sul do estado. Na ocasião, o juiz representou o presidente do TRE-BA, desembargador Jatahy Júnior.  

Durante a audiência, que ocorreu na Câmara Municipal de Gandu, o vice-diretor da EJE ressaltou que o esclarecimento e mobilização da sociedade deverá ter consequências positivas nesta última fase da biometria. “O TRE-BA está esclarecendo não só o eleitor, mas a classe política e a sociedade como um todo sobre a necessidade deste procedimento, que tem impactos na vida eleitoral e na vida civil das pessoas”, afirmou. 

Além do juiz Diego Castro Lima, a mesa da audiência pública foi composta pelo prefeito de Gandu, Leonardo Barbosa Cardoso; pelo presidente da Câmara de Gandu, Uziel Barreto Silva; e pelo juiz substituto da 151ª Zona Eleitoral, Leonardo Rulian Custódio. O público da audiência reuniu eleitores, gestores e políticos para o debate sobre a revisão biométrica extraordinária em 13 municípios da região.   

Durante o evento, foi destacada a logística da biometria, que na última fase está sendo feita prioritariamente via agendamento, pelo site (agendamento.tre-ba.jus.br) ou pelo telefone 0800 071 6505. Participaram da audiência representantes das cidades de Camamu, Igrapiúna, Itamari, Ituberá, Maraú, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Presidente Tancredo Neves, Taperoá, Teolândia e Wenceslau Guimarães. 

Agendamento 

Para agendar o atendimento, o número do título será solicitado. Caso não possua a inscrição eleitoral ou não saiba o número, o eleitor deve informar número do CPF, data de nascimento e nome completo dos pais.  O cidadão também pode cadastrar o número de telefone e e-mail. Esses últimos dados são importantes para que o eleitor receba confirmação e lembretes do agendamento.

Últimas notícias postadas

Recentes

TRE-BA prepara implantação do PJe na primeira instância

Grupo de Trabalho responsável pela implantação da ferramenta se reuniu nesta quarta (10/7) para definições de ações integradas; o PJe é um sistema que permite a tramitação de processos por via eletrônica, tornando a prestação jurisdicional mais ágil, eficiente, econômica e sustentável