EJE-BA promove eleição de grêmio estudantil em escola de Salvador

Alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental participaram da atividade

TRE-BA-eleicao-gremio-estudantil-eje

Os estudantes da Escola Comendador Bernardo Martins Catharino - SESI , no bairro de Itapagipe, em Salvador, tiveram uma experiência diferente nesta terça (18/6). Em urnas eletrônicas, os alunos votaram pela primeira vez para escolher a chapa do grêmio estudantil que os representará perante a direção da escola. A atividade fez parte do Projeto Eleitor do Futuro, da Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE-BA).

Os alunos puderam escolher entre três chapas na hora da votação: Roda Viva, Voz Ativa e Aliança Pela Liberdade Estudantil - APLE. Houve campanha eleitoral previamente com apresentação de propostas em todas as salas de aula, além de debate entre integrantes das chapas.

A professora de língua portuguesa, Arlene de Jesus, destacou a importância do "Eleitor do Futuro" na formação dos adolescentes. “Essa dinâmica potencializou a aprendizagem, interação, entretenimento e consciência democrática, que precisa estar constantemente sendo discutida no ambiente escolar”, afirmou.

A coordenadora pedagógica, Carla Jamile também comentou sobre o projeto. “A escola Comendador Bernardo Martins Catharino é parceira da  EJE desde 2018. No primeiro ano, realizamos o Projeto Eleitor do Futuro com os candidatos a líderes de turma e neste ano realizamos as eleições do Grêmio estudantil com as urnas eletrônicas. A escola agradece a EJE por proporcionar aos nossos estudantes o contato desde cedo com cidadania e a valorização da democracia”.

Na Bahia, o Projeto Eleitor do Futuro é desenvolvido por meio de atividades realizadas com estudantes de escolas públicas ou particulares. Entre os temas debatidos estão: democracia e a importância do voto, cidadania, eleições, partidos políticos e participação política.

 

Saiba mais sobre o Projeto Eleitor do Futuro

WC

Últimas notícias postadas

Recentes

TRE-BA prepara implantação do PJe na primeira instância

Grupo de Trabalho responsável pela implantação da ferramenta se reuniu nesta quarta (10/7) para definições de ações integradas; o PJe é um sistema que permite a tramitação de processos por via eletrônica, tornando a prestação jurisdicional mais ágil, eficiente, econômica e sustentável