Projeto #PartiuMudar participa do I Encontro de Mobilização dos NUCAs da Bahia

Ação é uma iniciativa do Programa SELO UNICEF que tem como objetivo reconhecer os avanços de municípios do semiárido em prol da garantia de direitos de crianças e adolescentes

Ação é uma iniciativa do Programa SELO UNICEF que tem como objetivo reconhecer os avanços de municípios do semiárido em prol da garantia de direitos de crianças e adolescentes
Foto: Manuela Cavadas/UNICEF

O Projeto #PartiuMudar da Escola Judiciária Eleitoral (EJE/BA), do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) participou do I Encontro de Mobilização de Adolescentes dos Núcleos de Cidadania de Adolescentes da Bahia (NUCAs). A ação, que aconteceu nos dias 28 e 30 de outubro, foi uma iniciativa do Programa SELO UNICEF que teve como objetivo reconhecer os avanços de municípios do semiárido em prol da garantia de direitos de crianças e adolescentes. O evento contou com a participação dos servidores do TRE-BA, Jaime Barreiros Neto e Silas Gome de Santana.

Na concepção do analista judiciário, Jaime Barreiros, que proferiu a palestra "Educação para Cidadania Democrática”, a participação da Escola Judiciária do Regional baiano em eventos dessa magnitude é, sem dúvida, engrandecedora. “A UNICEF é uma instituição importantíssima, mundialmente conhecida na proteção às crianças e adolescentes. É uma alegria para a EJE/BA poder fazer essa parceria e, dessa forma, difundir a democracia, a importância das eleições e do voto consciente. Então, nossa participação foi nesse sentido de trazer algumas noções sobre as eleições e sobre a democracia brasileira para um público formado por estudantes e professores”, explicou.

Ainda durante o evento, o também analista judiciário, Silas Gomes de Santana, explicou aos participantes como funciona o projeto #PartiuMudar, e colocou a Escola Judiciária Eleitoral à disposição de todos a fim de que sejam implementadas as atividades nos respectivos municípios. Segundo ele “O projeto tem como objetivo estimular a curiosidade e o interesse dos jovens pela política, despertando, assim, uma postura crítica quanto a questões relacionadas ao processo eleitoral brasileiro”.

 

UNICEF

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância da UNICEF, um dos pilares do programa diz respeito à participação de adolescentes na construção de políticas públicas, de modo a incentivar o exercício de sua cidadania. Fabiana Bento, assistente de programas do escritório da UNICEF de Salvador (que atende três estados: Minas Gerais, Bahia e Sergipe), explicou sobre a iniciativa da instituição em valorizar e reconhecer os avanços municipais do semiárido, que fizeram adesão ao programa Selo UNICEF, na qualificação de políticas públicas, em prol do direito de crianças e adolescentes. “Um dos pilares do programa Selo UNICEF é trabalhar com o protagonismo dos jovens, então nós temos um mobilizador que é uma ponte entre os adolescentes envolvidos e o UNICEF para que esses municípios criem um grupo de adolescentes - o NUCA - onde eles discutirão ações relevantesao município”.

Conforme Fabiana, cabe destacar que o projeto #PartiuMudar – realizado pela EJE/BA, é resultado de uma parceria entre a UNICEF e o TSE –  que trabalha a consciência cidadã,  buscando incentivar o exercício da participação democrática pelos adolescentes. “O #PartiuMudar  e a promoção da cidadania dos jovens é um dos principais desafios que a gente propôs a esse Núcleo de Cidadania dos Adolescentes. Então, eles têm uma série de desafios para cumprir ao longo de quatro anos, período de duração do selo e da gestão municipal. Nesse sentido, uma das principais ações é o exercício da cidadania e da participação democrática”, lembrou.    

O evento contou com a participação de 140 representantes de diferentes municípios do semiárido baiano (70 participantes por dia), dos quais 40 eram adolescentes.


HS 

Últimas notícias postadas

Recentes