Biometria: mais de 365 mil agendamentos foram realizados por telefone; 8 mil via aplicativo

WhatsApp e 0800 contribuíram para que última fase da biometria fosse realizada sem filas, conforme compromisso firmado pelo presidente do Eleitoral baiano

agendamento

Mais de 365 mil agendamentos foram realizados por meio de número 0800, serviço implantado em maio de 2019 com o objetivo de auxiliar o eleitor na marcação de horário para realização do recadastramento biométrico. O balanço, divulgado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), representa o total de ligações recebidas pela central telefônica até o último dia 18 de fevereiro, data em que foi concluída a revisão. Em paralelo, o TRE-BA registrou mais de 8 mil agendamentos pelo aplicativo WhatsApp, serviço disponibilizado em outubro de 2019 com o mesmo intuito. 

Conforme a Ouvidoria do TRE-BA, administradora dos serviços, o 0800 atendeu a um total de 365.153 ligações. Já pelo aplicativo, foram computados 8.076 agendamentos. Na avaliação do chefe da Ouvidoria do TRE-BA, Venicios dos Anjos Belo, as duas ferramentas reforçam o compromisso do Tribunal em modernizar o atendimento e garantir mais comodidade aos eleitores. 

O chefe da Ouvidoria lembrou que o TRE-BA foi um dos primeiros tribunais do país a adotar a central telefônica para o agendamento da biometria e que o Eleitoral baiano também facilita o atendimento aos cidadãos com o uso do aplicativo de mensagens na prestação do serviço público. “A administração do presidente do TRE-BA, Jatahy Júnior, tem buscado valorizar o eleitor, ofertando um acesso aos serviços eleitorais com maior comodidade, a exemplo da realização da biometria de forma programada, agendada, sem transtornos em sua vida cotidiana”, afirmou. 

Venicios destacou ainda que o serviço de agendamento segue disponível para os diversos serviços eleitorais, incluindo a regularização dos títulos daqueles que deixaram de atender a convocação do TRE-BA durante a revisão biométrica. “É possível agendar para realizar o alistamento eleitoral (tirar o primeiro título), transferência de domicílio, solicitar alteração de local de votação e outros diversos serviços, incluindo a regularização”, disse. O agendamento pelos dois sistemas poderá ser feito até o próximo dia 6 de maio, data do fechamento do cadastro eleitoral em todo país. Eleitores que estão com o título cancelado devem realizar a regularização para que possam votar nas eleições municipais, marcada para outubro deste ano. 

CB

Últimas notícias postadas

Recentes