João Dourado: idosos e eleitores com deficiência terão horário preferencial de votação

Cartório eleitoral do município pede que faixa das 7h às 8h seja, preferencialmente, destinada a esse público; objetivo é evitar aglomerações no dia do pleito

arte - eleição suplementar em João Dourado

Eleitores idosos, com deficiência ou mobilidade reduzida terão horário prioritário de votação na eleição suplementar de João Dourado. Conforme recomendação da 199ª Zona Eleitoral, a primeira hora do pleito, das 7h às 8h, deverá ser – preferencialmente – utilizada por esse público. A medida considera a pandemia de Covid-19 e tem o objetivo de evitar aglomeração durante a eleição.

O cartório eleitoral da cidade esclarece, no entanto, que a recomendação do horário prioritário não proíbe que os demais eleitores votem dentro do período. “Apesar de o horário ser preferencial, ele não será exclusivo”, garantiu a chefe do cartório da 199ªZE, Magda Verônica Ferreira Martins, ressaltando que os locais de votação terão coordenadores de acessibilidade para receber, encaminhar e dar o tratamento adequado ao público prioritário.

Também considerando a pandemia e por recomendação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o horário da votação foi ampliado, com início uma hora antes (7h às 17h). Durante todo o período do pleito, terão preferência para votar, de acordo com o manual do mesário, os eleitores maiores de 60 anos, enfermos, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, obesos, grávidas, lactantes, pessoas acompanhadas de criança de colo, além de eleitores com transtorno do espectro autista, bem como seu acompanhante.

Entenda

A eleição suplementar na cidade de João Dourado foi definida depois que o TSE julgou o agravo regimental interposto em um recurso especial, mantendo o indeferimento das candidaturas de Diamérson Costa Cardoso Dourado, eleito para o cargo de prefeito e de Rita de Cássia Amorim do Amaral, eleita ao cargo de vice-prefeita. A decisão do TSE levou em consideração aspectos de inelegibilidade da candidata a vice-prefeita, que teve repercussão na chapa para os cargos, o que impediu a diplomação dos candidatos como prefeito e vice-prefeita.

Últimas notícias postadas

Recentes