Aula referente ao Projeto #PartiuMudar explica sobre direitos individuais e sociais

O segundo encontro referente ao projeto teve como facilitador o Professor de Direito Tiago Silva de Freita

TRE-BA segundo encontro do projeto partiu mudar

“O Direito Constitucional no Brasil; princípios fundamentais da Constituição de 1988; os direitos individuais e sociais; igualdade, diferença, pluralismo político e particIpação: o exemplo das mulheres” foram os temas tratados durante o 2º encontro do Projeto #PartiuMudar, realizado na tarde desta terça-feira (15/5) na sede do TRE baiano. A ação é fruto da parceria entre a Escola Judiciária Eleitoral do TRE-BA e a Secretaria da Educação do Estado da Bahia, e consiste em promover quatro encontros abordando assuntos relativos ao direito constitucional e eleitoral, entre gestores, estudantes e professores do ensino médio de colégios selecionados pela Secretaria da Educação. Nesta edição, o instrutor foi o mestre em Direito pela UFBA, Tiago Silva de Freitas.

Saiba mais sobre o projeto #PartiuMudar

Para o Professor Tiago Freitas, esses encontros são fundamentais para efetivar o mandamento constitucional democrático. “Nós, do jurídico, dispomos de um instrumental muito bom, bastante substancial, robusto. Entretanto, a população desconhece boa parte dos seus direitos, o que leva a ineficácia desse propósito de realização da democracia” argumentou o professor.

   

As amigas Juliana Rodrigues e Lavínia Ferreira, ambas de 17 anos e alunas do 3º ano do Colégio Estadual Helena Celestino Magalhães, localizado no bairro do IAPI, elogiaram o projeto. “Estou achando o projeto bastante interessante, esclarecedor”, disse Juliana. Já Lavínia afirmou que o debate é importante, “pois contribui para ampliar nossos conhecimentos”.  

Conforme a professora articuladora Rosangela Ângelo, a iniciativa tem despertado o interesse dos estudantes. “Está sendo bastante proveitoso, inclusive, os alunos estavam todos muito motivados a participarem”.

Ao término do segundo encontro, os grupos – formados por professores e alunos – apresentaram a atividade “desmontando uma Fake News”, solicitada no encontro anterior. O objetivo do trabalho foi identificar falsas notícias, como investigar as fontes e avaliar manchetes de teor absurdo ou sensacionalista.      

Para o 3º encontro, previsto para o próximo dia 29 de maio, o produto a ser apresentado pelos grupos será uma pesquisa sobre projetos de leis elaborados por mulheres, seja ela qualquer parlamentar, a exemplo de vereadoras e deputadas.


HS

 

Últimas notícias postadas

Recentes