Projeto Políticos do Futuro é lançado nacionalmente

Objetivo é engajar o jovem na política e explicar a importância do processo democrático

Lançamento do Projeto Políticos do Futuro, durante edição do Programa Justiça Eleitoral Itinerante na Bahia

Cerca de 300 alunos de quatro colégios da rede estadual e quatro da rede municipal de ensino da Bahia participaram, na manhã desta terça-feira (31), no Instituto Central de Educação Isaías Alves (Iceia), em Salvador, do lançamento, em âmbito nacional, do projeto Políticos do Futuro. A ação faz parte do programa Justiça Eleitoral Itinerante, realizado na Bahia, e idealizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em parceria com os Tribunais Regionais Eleitorais e as Escolas Judiciárias Eleitorais.

Presente no lançamento, o presidente do TSE, ministro Luiz Fux, explicou que o projeto tem o objetivo de formar novos políticos. "A ideia é levar os jovens estudantes ao engajamento na boa política, aquela voltada única e exclusivamente para a representação da vontade popular. Contudo, para que isso ocorra, esses jovens precisam ir se informando aos poucos, pois é necessário despertar neles uma vocação", explicou .

Dessa forma, para o ministro, “o intuito da ação é despertar no maior número possível de jovens o interesse para seguir essa vocação com bons propósitos e princípios, e, principalmente, com a mente voltada ao interesse nacional".

De acordo com o presidente do TRE da Bahia, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, o projeto Políticos do Futuro é uma oportunidade para que os jovens participem ativamente da vida política no país. “Nesse sentido, o tribunal tem promovido encontros com alunos do ensino fundamental do 6º ao 9º ano nas escolas indicadas pela Secretaria de Educação do estado e dos municípios da Bahia para explicar conceitos como democracia representativa e as funções dos cargos eletivos", explicou.

O TRE-BA é precursor do projeto e já vem, ao longo dos anos, por meio do projeto Eleitor do Futuro, levando conhecimento e cidadania aos jovens.

Eleição simulada

Com o objetivo de despertar o interesse dos jovens pelo processo eleitoral e fazer com que entendam a importância da democracia, os alunos participaram de uma eleição simulada utilizando urnas eletrônicas para eleger candidatos a quatro cargos: governador, prefeito, deputado estadual e vereador. Antes, os candidatos fizeram uma breve apresentação de plano e propostas de governo.

Em parceria com a Secretaria Municipal da Educação (Smed), quatro escolas municipais participaram da eleição simulada: Pirajá da Silva (Liberdade), Elysio Athayde (Cajazeiras V), Maria Constança (Mata Escura) e Alfredo Amorim (Ribeira).

Ainda na ocasião, o secretário-geral do TSE, Carlos Eduardo Frazão do Amaral, que também é professor, fez uma apresentação sobre o projeto Inclusão Legal, que levará juízes, promotores e advogados das comarcas a lecionar nos colégios noções básicas de cidadania e direitos fundamentais para que a criança, já no início de sua formação, saiba que todos são iguais perante a lei e conheça os princípios que norteiam a Constituição da República.

Também participaram do evento o diretor da Escola Judiciária Eleitoral do TSE, ministro Tarcísio Vieira, o secretário estadual de educação, Walter Pinheiro, o governador da Bahia, Ruy Costa e o prefeito do estado da Bahia,  Antônio Carlos Magalhães Neto, entre outras autoridades.

Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Últimas notícias postadas

Recentes