Na semana da criança, estudantes visitam sede do TRE-BA

Alunos de 10 a 15 anos participaram de palestra, votação simulada e visita ao memorial da Justiça Eleitoral, no âmbito do Projeto Eleitor do Futuro

TRE-BA-visita-alunos-escola-agape

“Este projeto que iniciou na escola está sendo muito importante para aprendermos sobre política e não sermos pessoas ignorantes”, disse a aluna Yumi Manabe, 14. O Projeto Eleitor do Futuro – Educação para a cidadania, desenvolvido pela Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE/BA), visando a construir conhecimentos que fomentem o voto refletido, reuniu cerca de 60 estudantes, entre 10 e 15 anos, da Escola Ágape, localizada no bairro de Marechal Rondon, na Sala de Sessões do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, na tarde dessa terça-feira (09/10).

A servidora da EJE-BA, Adriana Passos, ministrou explanação acerca do direito democrático do cidadão votar, com segurança, tranquilidade e de forma sigilosa. Além disso, reforçou o poder dos eleitores ao eleger seus representantes políticos, destacando a importância de analisar as propostas dos candidatos para uma escolha consciente.

“Tendo em vista o que acontece no cenário político no país, achamos que havia a necessidade de preparar os alunos, já que daqui a alguns anos eles irão votar, e, portanto, devem estar mais cientes dos seus atos políticos para a construção de um Brasil melhor”, disse a Professora Jilmara Santos Cruz.

Na Escola Ágape está sendo desenvolvido um projeto voltado ao estímulo à participação política, em que cada turma representa um determinado Partido Estudantil, sendo eles: da Sustentabilidade, contra o Bullying, Democrata e o Partido dos Futuros Eleitores.

“No meu partido fazemos tudo ligado ao meio ambiente, pois, é algo que está muito precário, queremos lutar a favor da ecologia, fazer campanhas sustentáveis, coletas seletivas, e também queremos dar espaço para o estudo da literatura e da gramática”, afirmou Bruna Bezerra do 7º ano, 13, pertencente ao Partido da Sustentabilidade.

O estudante e vice-presidente do Partido Contra o Bullying, William Jaziel, do 6º ano, 11, entende que “o bullying não é uma simples brincadeira, mas uma atitude séria, agressiva, que precisa ser combatida, principalmente nas escolas, que pode até levar as vítimas a cometerem suicídio”.

Após a palestra, os estudantes puderam simular uma votação na urna eletrônica para o cargo de governador, escolhendo um candidato dentre os colegas que apresentaram suas propostas, com sugestões nas áreas da saúde, educação, segurança, etc. Os alunos lançaram perguntas, interagiram e puderam conhecer o memorial do TRE-BA.

JM

Últimas notícias postadas

Recentes

TSE lança página #ParticipaMulher

Página foi lançada pela ministra Rosa Weber, durante encontro com parlamentares da bancada feminina da Câmara, advogadas e mulheres representantes de entidades