Projeto Eleitor do Futuro inspira iniciativas democráticas em instituições de ensino

Projeto desenvolvido pela EJE/BA tornou-se referência para ação do Instituto Municipal de Educação Professor José Arapiraca (IMEJA) visando formar líderes de classe

Projeto Eleitor do Futuro inspira iniciativas democráticas na instituição de ensino IMEJA

“Sou jovem diferente, meu voto é consciente”, este é o slogan que justifica a iniciativa realizada pela Instituição Municipal de Educação Professor José Arapiraca (IMEJA). Inspirado no Projeto Eleitor do Futuro, desenvolvido pela Escola Judiciária Eleitoral da Bahia (EJE/BA). O IMEJA visa contribuir para o processo democrático, incentivando uma gestão participativa na escola. Para tanto, os estudantes elegeram seus líderes a fim de serem porta-vozes das necessidades do grupo e peças fundamentais na articulação do trabalho pedagógico. 

O Projeto Liderança, coordenado por Elzeni Gois de Souza e Auzerina Costa, propiciou momentos em que candidatos a líderes de classe apresentaram suas propostas após debates sobre a democracia e o voto, o perfil dos líderes, suas atribuições, a representação política. Os estudantes eleitos se reuniram para articular com a coordenação e as ações que deverão ser colocadas em prática. 

Elzeni, coordenadora pedagógica, ressalta a importância do espaço de aprendizado para a formação da cidadania. “Acredito que esse projeto possa despertar o interesse e a visão crítica sobre o processo eleitoral como um todo, começando pela eleição dos líderes de turmas, e, no futuro, dos nossos representantes políticos.”, disse.

Além de provocar reflexões a respeito da importância do voto e do direito fundamental à democracia, a instituição educacional visa desenvolver uma relação de pertencimento e coparticipação em respeito à conservação do patrimônio escolar e social, auxiliar na organização da rotina escolar, disseminar a cultura pautada no respeito, além de aprender a mediar divergências através do diálogo, em busca de soluções de eventuais conflitos.

A vice-gestora do IMEJA, Ana Paula Santos, acredita na importância da educação na formação do jovem e, especialmente, no potencial dos alunos. “Para o processo democrático é crucial que ações como estas sejam executadas nas unidades escolares. E os alunos têm visto o poder das escolhas realizadas para representá-los, especialmente porque algumas não foram bem sucedidas”, ponderou Ana Paula.

Segundo a representante do IMEJA, os líderes precisam de várias competências como capacidade de comunicação, mediação, postura ética, pensar coletivamente e estas aprendizagens têm sido desenvolvidas, cada uma a seu tempo.  Também comentou sobre a ação do Projeto Eleitor do Futuro no IMEJA e a receptividade dos alunos. “Possibilitar vivências em que o jovem possa se posicionar, aprender a dialogar e a refletir sobre o bem coletivo, entendendo na prática o que é democracia e ser cidadão, tem sido extremamente gratificante”, avaliou a vice-gestora do IMEJA.

JM

Últimas notícias postadas

Recentes