Munícipio de Inhambupe sedia Audiência Pública sobre revisão biométrica

O evento será conduzido pelo Juiz substituto da Corte Eleitoral baiana Ávio Mozar de Novaes, no Fórum Ministro Adalício Nogueira, na sexta-feira (28/6), às 9h30

Bahia encerra revisão biométrica em 38 municípios

O juiz substituto da Corte Eleitoral baiana Ávio Mozar de Novaes presidirá uma audiência pública, no Fórum Ministro Adalício Nogueira, no munícipio de Inhambupe. O evento – que ocorrerá na sexta-feira (28/6), às 9h30 – faz parte de estratégia adotada pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) para se aproximar do eleitor e incentivar a participação efetiva das comunidades submetidas à revisão biométrica extraordinária. 

Durante a audiência, será apresentada a nova logística para a revisão biométrica extraordinária nas cidades de Acajutiba, Aporá, Cardeal da Silva, Conde, Entre Rios, Esplanada, Jandaíra, Rio Real e Sátiro Dias, além de Inhambupe. O objetivo das audiências é reunir prefeitos, vereadores, diretores de escola e líderes comunitários com potencial para contribuir no engajamento da população acerca da biometrização.

Agendamento

A nova fase da biometria no estado tem como prioridade o agendamento, por meio de site e telefone. Para agendar o atendimento, basta acessar agendamento.tre-ba.jus.br ou ligar 0800 071 6505. O número do título será solicitado. Caso não possua a inscrição eleitoral ou não saiba o número, o eleitor deve informar número do CPF, data de nascimento e nome completo dos pais.  O cidadão também pode cadastrar o número de telefone e e-mail. Esses últimos dados são importantes para que o eleitor receba confirmação e lembretes do agendamento.

Clique para agendar

  • Serviço:

O quê: Audiência Pública para divulgação da Biometria

Quando: Sexta-feira, 28 de junho, às 9h30

Onde: Fórum Ministro Adalício Nogueira (Praça Desembargador Jatahy Fonseca, s/n, Inhambupe - Bahia)

Últimas notícias postadas

Recentes

TRE-BA prepara implantação do PJe na primeira instância

Grupo de Trabalho responsável pela implantação da ferramenta se reuniu nesta quarta (10/7) para definições de ações integradas; o PJe é um sistema que permite a tramitação de processos por via eletrônica, tornando a prestação jurisdicional mais ágil, eficiente, econômica e sustentável