Caminhão da Biometria garante recadastramento do eleitor de municípios mais distantes

Capim Grosso foi a última cidade em 2019 a receber o atendimento itinerante do TRE-BA, em três dias, 1.165 eleitores foram recadastrados no município; ao todo, cerca de 20 mil cidadãos foram atendidos pelo caminhão

Caminhão da Biometria atenderá eleitores de localidades de difícil acesso

Com sete roteiros cumpridos durante o ano passado, o ‘Caminhão da Biometria’ encerrou 2019 no município de Capim Grosso. Na cidade, o atendimento foi realizado entre 15 e 17 de dezembro, quando foram recadastrados 1.165 eleitores. O projeto, inaugurado em setembro, tem como objetivo levar os serviços eleitorais às localidades mais distantes das sedes cartorárias e, desse modo, contribuir para o último ciclo da revisão no estado que, atualmente, envolve 242 municípios. Em 2020, a abertura do atendimento itinerante acontece na cidade de Itatim, já a partir desta quarta (8/1). 

Ao todo, conforme a Secretaria de Planejamento de Estratégia e de Eleições (SPL) do TRE-BA, mais de 20 mil cidadãos foram atendidos ao longo dos quatro meses de funcionamento do caminhão durante o ano de 2019. O atendimento beneficiou 19 localidades. 

De acordo com Maurício Amaral, secretário da SPL, o trabalho desenvolvido pelo ‘Caminhão da Biometria’ é de fundamental importância para a atual fase do recadastramento, uma vez que este último ciclo abarca municípios menores, mais distantes da capital. “Com isso, foi necessário montar uma estratégia no sentido de descentralizar o atendimento e chegar o mais próximo possível do eleitor, com adoção de providências como o ‘Caminhão da Biometria’, sendo o atendimento itinerante de grande valia para alcançar nossas metas em localidades onde outras ações não estavam atingindo o resultado esperado. Nosso planejamento, apesar do modelo com prazo estendido, foi pensado com metas diárias e um rigoroso acompanhamento”, disse.

Conforme Amaral, o monitoramento intenso dos cumprimentos das metas por cada uma das cidades inseridas no último ciclo, permitiu planejar melhor os roteiros traçados pelo caminhão. “Além, claro, de outras ações, como mutirões e instalação de 153 postos de atendimento. Isso tudo fez com que conseguíssemos chegar neste final de ano com a biometria sob controle. Chegamos agora ao mês de janeiro com um cenário muito promissor, com várias cidades (mais de 60) já tendo ultrapassado a nossa meta. Então, a nossa expectativa é muito positiva para esta reta final”, acrescentou, lembrando sobre o final da revisão biométrica, estipulado para 18 de fevereiro de 2020.

O trabalho desenvolvido pelo ‘Caminhão da Biometria’ foi comentado pelo presidente do Eleitoral baiano, desembargador Jatahy Júnior, durante entrevista ao apresentador Wallace Cardozo, no programa “Qual o seu voto?”, produto do “Pod do TRE-BA”. De acordo com o presidente, “o caminhão busca oferecer maior comodidade ao eleitor, uma vez que, ao convocar o cidadão para realizar um novo cadastro, a Justiça Eleitoral precisa oferecer o máximo de conforto possível, recebendo-o de forma respeitosa. Foi nesse sentido, que pedi para que a nossa equipe pensasse um novo jeito de fazermos a biometria”, afirmou.

Já para Leonardo Menezes, servidor que coordenou os trabalhos do ‘Caminhão da Biometria’, o atendimento itinerante contribui para viabilizar o atendimento ao eleitor carente, das localidades mais remotas.“Atendemos povoados e distritos distantes das sedes de zonas e de postos de atendimento, localidades aonde particulares chegavam a cobrar R$50 por eleitor para transportá-los até um posto de atendimento e que, em muitos casos, o eleitor sequer era atendido por falta de capacidade. Como o caminhão tem capacidade de atender, mais ou menos, 45 eleitores por hora, em muitos lugarejos prosseguimos com o atendimento até tarde da noite ou, até mesmo, a madrugada, absorvendo a totalidade da demanda, não deixando ninguém dormir na rua para aguardar sua vez”, disse.

O servidor aproveitou ainda para agradecer aos colegas pelo apoio ao projeto. “Quero registrar meu profundo agradecimento a todos os integrantes de cada uma das etapas do projeto ‘Caminhão da Biometria’, que abdicaram de suas rotinas pessoais e do convívio familiar, sem os quais nada disso seria possível”, disse.

Neste ano de 2020, o ‘Caminhão da Biometria’ partirá para seu 8º roteiro, que terá início já nesta quarta-feira (8/1), na cidade de Itatim. 

  • Leia mais: 

19/12/2019 -Caminhão da Biometria: 8ª rota tem início em 8 de janeiro

Últimas notícias postadas

Recentes