Auditoria da votação eletrônica confirma segurança das urnas

Na Bahia, Teste de Integridade foi realizado em 33 equipamentos durante o 1º turno; procedimento foi realizado simultaneamente à votação regular, realizada em 2 de outubro

Na Bahia, Teste de Integridade foi realizado em 33 equipamentos durante o 1º turno; procedimento...

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) realizou, com êxito, a 11ª auditoria da votação eletrônica. O Teste de Integridade foi feito simultaneamente ao primeiro turno das Eleições Gerais, no dia 2 de outubro. Desde 2002, quando os testes começaram a ser realizados, essa foi a primeira vez que a auditoria foi realizada em 33 equipamentos. Antes, apenas cinco urnas passavam pela testagem, realizada por meio do comparativo do resultado obtido por votos em cédula, votos computados pela urna eletrônica e pelo Sistema de Apoio à Votação, instalado em desktop. 

Escolhidas por sorteio em audiência pública, das 33 urnas participantes do procedimento, duas foram usadas no projeto piloto com identificação biométrica e participação voluntária de eleitores. A integridade dos equipamentos foi atestada sem qualquer problema - tanto nas 31 urnas, que passaram pelos testes sem o uso de biometria, quanto nas duas participantes do projeto piloto com identificação biométrica. 

Assista à auditoria da votação eletrônica

Na avaliação do secretário da Comissão da Auditoria da Votação Eletrônica, Arnaldo Torres, essa testagem chega a 11ª edição confirmando a integridade e a confiabilidade da urna. “Essa auditoria acontece desde 2002 em todos os Tribunais Eleitorais do País sem nunca ter sido constatada divergências entre os dados apurados no sistema, pelas cédulas e pelas urnas eletrônicas”, afirmou. 

No Edifício Anexo III da sede do TRE-BA, em Salvador, 31 ilhas de votação foram montadas para a realização da auditoria. As cédulas de papel previamente preenchidas por estudantes do Senai/Cimatec foram retiradas de urnas de lona e tiveram seus números digitados nos computadores e nos terminais do eleitor. Todo o procedimento foi filmado e exibido em tempo real no canal do TRE-BA no Youtube. 

Já nas duas seções eleitorais dedicadas ao projeto piloto da biometria, a participação do eleitorado também foi avaliada positivamente. Na seção 211, cujo total de eleitores é de 449 pessoas, 66 aceitaram desbloquear as urnas eletrônicas com as suas impressões digitais. Na seção eleitoral 261, dos 417 votantes, 38 participaram do projeto piloto com a identificação biométrica. 

 Conteúdo público

A auditoria da votação eletrônica é responsabilidade da Comissão de mesmo nome, presidida pelo juiz de direito José Reginaldo Nogueira. O procedimento, que se repetirá no segundo turno, no dia 30 de outubro, foi realizado com a participação de servidores do TRE-BA e teve apoio de servidores do Ministério Público do Estado da Bahia. 

 Acesse atas e editais 

O procedimento foi fiscalizado por representantes do Tribunal de Contas da União, Controladoria-Geral da União, das Forças Armadas, além de 17 auditores independentes contratados pelo TRE-BA. As atas de conclusão da auditoria, assim como todos os editais e demais documentações referentes ao procedimento estão disponíveis para consulta pública no site do TRE-BA.

icone mapa

Endereço e telefones do tribunal.

1ª Av. do Centro Administrativo da Bahia, 150 - CAB, Salvador-BA - CEP: 41.745-901 - Brasil

 

 

Icone Protocolo Administrativo
Central Telefônica - Tel: +55 (71) 3373-7000 | Recepção: (71) 3373-7094
Fax do Protocolo da Secretaria: +55 (71) 3373-7220 / 3373-7329 
 Fax do Protocolo dos Cartórios (Salvador): +55 (71) 3373-7372
Icone horário de funcionamento dos protocolos

Secretaria, seu Protocolo, Cartórios da Capital: Segunda a quinta-feira - 13h às 18h; Sexta-feira - 8h às 13h

Central de Atendimento e Protocolo dos Cartórios: Segunda a sexta-feira - 8h às 18h

Consulte outras unidades

Acesso rápido